2 de maio de 2013

As profissões com maior e menor demanda de profissionais


Postagem extraída de OiToronto.ca
De um lado, milhares de pessoas estão desempregadas no Canadá. Do outro, empresas não conseguem preencher as suas vagas de trabalho em campos específicos. Muitos profissionais em áreas saturadas e poucos nas que precisam de pessoas qualificadas para exercerem a função. Foi o que constatou um relatório apresentado recentemente pelo CIBC World Markets (empresa filial do Banco CIBC) sobre as áreas de maior e menor demanda no mercado de trabalho canadense.
Enquanto existe uma grande procura por profissionais da saúde, mineração, engenharia e ciência, cargos como o de gerente de escritório, professores do ensino fundamental e secundário e guia de turismo estão saturados. O relatório da CIBC, intitulado The Have and Have Nots of Canada’s Labour Market (Os que têm e os que não têm no mercado de trabalho no Canadá, em tradução livre) retrata essa incompatibilidade, mostrando que há pessoas sem emprego, e empregos sem pessoas.
“Em um grande número de ocupações, oportunidades de emprego estão desaparecendo. Essa incompatibilidade no mercado é grande o suficiente não apenas para reduzir a eficácia da política monetária, mas também para limitar o crescimento potencial do mercado de trabalho e da economia como um todo”, diz o vice-economista-chefe do CIBC World Markets, Bejamin Tal.
“Um quinto do mercado de trabalho canadense está mostrando no momento sinais de falta de mão de obra. O índice de desemprego entre esse grupo de ocupações é apenas um pouco acima de um por cento, e os seus salários estão crescendo uma média de 3.9 por cento ao ano, mais que o dobro do índice visto na economia como um todo”, observa Tal.
Alguns dos cargos com maior escassez de profissionais de acordo com o relatório são médicos, enfermeiros, dentistas, nutricionistas, farmacêuticos, profissionais de recursos humanos e engenharia no geral, principalmente na área civil, mecânica e elétrica. O relatório mostra que 30% do mercado de trabalho do canadense sofre com falta de mão de obra, o dobro do índice registrado em 2010.
“Nós temos profissionais qualificados, mas em áreas que não estão em grande demanda”, observa a especialista em recursos humanos, Paula Lessa. “A situação fica ainda pior quando empresas procuram por pessoas com qualidades e experiências muito específicas, principalmente na área de tecnologia. Candidatos de setores saturados precisam se destacar dos demais para conseguir o emprego, e para isso é preciso se atualizar fazendo cursos e focando no que a empresa realmente espera do seu  profissional”.
Segundo a Statistics Canada (órgão do governo canadense responsável por produzir informações sobre a sociedade e economia do país), 40 mil novos empregos foram criados em dezembro no Canadá, sendo quase 33 mil deles somente em Ontário. O índice de desemprego no país medido no mês passado é de 7.1%.
O OiToronto traz algumas profissões que estão saturadas no mercado de trabalho canadense e as que precisam de profissionais, de acordo com o relatório da CIBC. A lista completa pode ser obtida no site do CIBC World Markets.

Profissões em demanda

  • Gerentes de engenharia, arquitetura, ciência e sistemas de informação
  • Gerentes de saúde, educação e serviços comunitários e sociais
  • Gerentes de construção e transporte
  • Auditor, contador, e profissionais da área de investimento
  • Recursos humanos
  • Profissionais da área de ciências naturais e aplicadas
  • Profissionais de ciência física
  • Engenharia (principalmente mecânica, elétrica e química)
  • Médicos, dentistas e veterinários
  • Optometrista e quiroprático
  • Farmacêuticos e nutricionistas
  • Enfermeiros
  • Psicólogos e assistentes sociais
  • Profissionais da área de mineração, petróleo e gás

Profissões saturadas

  • Gerentes de manufaturação
  • Tarefas administrativas no geral (secretários, assistentes de escritórios)
  • Carteiros e outros profissionais do ramo
  • Professores de ensino fundamental e secundário, conselheiros de escola
  • Caixas
  • Profissionais na área de comida e bebida
  • Guia de turismo, profissionais recreativos e do setor de viagens
  • Açougueiros e padeiros
  • Alfaiates, sapateiros, joalheiros e outros profissionais do ramo
  • Pescadores
  • Operadores de máquinas e trabalhadores na área de processamento de produtos minerais/metais
  • Profissionais da área de produção de papel e processamento de madeira
Categories:

2 comentários:

Catherine Itusarry disse...

Interessante essa matéria. Pra mim, está nas profissões saturadas, mas eu gostaria de trabalhar com contabilidade e investimentos. Mas no Canadá deve precisar de cursos específicos e até alguma credencial.

abraços;
Catherine
http://meetyoutherecanada.blogspot.com.br/

Tiago Andrade disse...

Como é bom ver minha profissão em demanda... isso me faz feliz demais