31 de agosto de 2010

Quanto custa viver no Canadá?

Reportagen do site OiToronto, escrito por CNMag, 30 de agosto de 2010

Recomeçar a vida em um novo país é algo que assusta muita gente, e é também uma experiência que pode levar os recém-chegados a fazerem dívidas. Por isso é tão importante fazer um levantamento preciso de quanto irá custar a vida no Canadá e tomar o cuidado de também fazer uma “previsão” das despesas não previstas.

Gerencie seu dinheiro: aprenda a viver dentro do orçamento e evitar a armadilha da dívida. Mesmo que você tenha feito uma estimativa de quanto irá lhe custar viver no Canadá, não conseguirá chegar a um valor exato até que realmente esteja vivendo aqui. Durante seus primeiros meses no país, comece a guardar notas a anotar todos os seus gastos, desde mercado até sua xícara de café diária. Isto irá lhe fornecer um ponto de partida para preparar seu orçamento.

Vale a pena criar um orçamento!

É difícil controlar o quanto gastamos quando não fazemos um orçamento. Ao preparar um orçamento, você verá exatamente para onde seu dinheiro está indo e alcançará seus objetivos de curto prazo, como pagar contas mensais, fazer um curso ou quitar a dívida no cartão de crédito. Ao separar um valor fixo regularmente, você também poderá alcançar seus objetivos de longo prazo, como comprar uma casa ou carro, pagar uma faculdade e fazer viagens.


Planeje com antecedência

Ninguém está livre de surpresas como manutenção de carro ou problemas de saúde. Por isso é tão importante separar um parte do dinheiro para os dias chuvosos. Tente poupar o equivale a de três a seis meses de salário para ajudar você a superar crises inesperadas. Essa medida também te ajudará a não afundar muito em dívidas.


Reduza sua dívida

É importante manter controle sobre seus empréstimos, incluindo saldos não quitados no seu cartão de crédito, linhas de crédito e empréstimos pessoais, e encontrar formas de quitá-los o mais rápido possível. Fazer isso irá lhe garantir um bom histórico de crédito para que você consiga pegar dinheiro emprestado quando chegar a hora de comprar uma casa ou solicitar outro empréstimo. A próxima dica irá lhe ajudar a limitar e reduzir sua dívida.


Desejos ou necessidades?

Antes de fazer mercado, comprar roupas, eletrônicos ou brinquedos, reserve um tempo para se perguntar se a compra é realmente algo de que você precisa ou se é somente algo que você deseja. Você realmente precisa do item em questão? Se a resposta é não, então é apenas algo que você quer ter. Coloque o item de volta na prateleira, e diga a si próprio que estará economizando um dinheiro que será, no futuro, usado para algo mais importante.


Pagar depois?

Se você acabou de chegar ao Canadá, pode estar precisando comprar um móvel ou carro. Muitos vendedores oferecem planos do tipo “compre agora, pague depois”. Apesar de essas ofertas parecerem tentadoras, podem se tornar uma nova fonte de dívida se você não quitá-las dentro do prazo. Alem de pagar o valor devido, terá que pagar também altas taxas de juros, de até 30%. É melhor evitar esse tipo de plano a não ser que você tenha condições de quitar a dívida dentro do prazo, ou seja, antes dos juros se acumularem.


Cartões de crédito não são uma fonte ilimitada de dinheiro

Lembre-se de que o cartão de crédito é uma forma de pagamento, não uma fonte financeira. Se você quer usar seu cartão de crédito, certifique-se de ter dinheiro suficiente para pagar seu saldo total até a data de vencimento. Manter este simples fato em sua mente irá ajudá-lo a não gastar dinheiro que você não tem.

 
Mude seus hábitos

Você pode economizar bastante simplesmente deixando de realizar pequenas compras freqüentes. Por exemplo, você pode economizar várias centenas de dólares por ano apenas mudando seus hábitos.


  • Use transporte público para ir trabalhar, ao invés do carro;
  • Faça seu próprio lanche ao invés de comprar algo perto do trabalho;
  • Leve seu próprio café para o trabalho; e
  • Compre roupas que não precisam ser lavadas a seco.

Recursos disponíveis


Para ajudá-lo a criar um orçamento e evitar dívidas, a Financial Consumer Agency of Canada (FCAC) criou livretos de dicas:

  • Dicas sobre orçamento: Provê informação sobre orçamentos, inclui um guia de “como fazer” e uma detalhada planilha para ajudá-lo na montagem do seu.
  • Dicas sobre dívidas: Oferece conselhos sobre como gerenciar melhor suas finanças pessoais.

A FCAC é uma agência do governo federal que protege os direitos dos consumidores e fornece informações úteis e objetivas sobre serviços e produtos financeiros. Para aprender mais sobre serviços e produtos financeiros, visite o site da FCAC ou ligue grátis para 1–866–461–3222.

Categories:

2 comentários:

César, Valéria, Lara e Anaclara disse...

Aqui estamos gastando só quando não tem jeito. É bem por aí. Hehehe.

E a vida segue...

Paola Tavares Silva Wortman disse...

adorei o post! obrigada pelas dicas!
beijos, paola