10 de março de 2011

Comprovando o nível de francês

Faltando tão pouco para resolvermos nossa vida e finalmente enviarmos os documentos, aparece a questão: Onde foi parar meu professor de francês?!?! Desde as férias de janeiro não consigo mais resposta dele. Já tentei vários emails, várias mensagens de texto e ligações no seu celular. Ele praticamente sumiu!

E agora, como provo meu nível de francês? O último curso que fiz com atestado foi aquele online pela École Français Quebecois, e na época eu fiz o módulo 4 (equivalente a 80 horas). Fiz um teste de nível com eles novamente e eu teria que entrar no módulo 6 e fazer o 7 também para me aproximar das 150h (o módulo 7 equivale a 140hs).

Ainda estou pensando em outras alternativas para comprovação do meu nível, por exemplo um teste de nível da Aliança Francesa, ou do Senac. Alguém tem alguma outra sugestão?


Categories:

10 comentários:

Drinho e Nessa disse...

A gente teve um problema parecido, porque a nossa professora tirou alguns dias para visitar a França e então, nos enviou um email dizendo que não voltaria para o Brasil. Procuramos um outro professor de francês e pagamos algumas horas para simular uma entrevista. Então, ele fez uma carta de próprio punho, dizendo que nossa proficiencia no idioma correspondia às horas XYZ (em torno de 150 horas, que é o que precisavamos para dar entrada no nosso processo). Pode ser um caminho. Bonne chance,
Drinho e Nessa.

Família Marcondes disse...

Obrigada, Drinho e Nessa!
É uma boa opção! Vou procurar um professor.

Abç
Fernanda

Yoda's disse...

Ola!

Eu fiz o TCF na aliança francesa outra usar como comprovação do meu nível de francês.

Mas se uma declaração de um professor serve, parece muito mais simples e rápido.

Abraço e boa sorte,

Odair.
http://churrasconogelo.blogspot.com

Daniralmeida disse...

O nosso professor q tbm é da aliança fará uma declaração em papel timbrado declarando as horas de aulas.
Antes dele tbm, fizemos um mês de Aliança francesa, então somaremos a declaração da aliança mais a declaração do professor.

Sorte pra vcs!

Família Marcondes disse...

Oi Odair e Dani,
estamos pensando nas duas alternativas. Vou procurar as duas.
Obrigada pelas dicas.

Abç
Fernanda

César, Valéria, Lara e Anaclara disse...

Sem dúvida a declaração do professor será a melhor opção. Bem mais fácil.

E a vida segue...

Daiana - amiga do Jorge Uvo disse...

Tenho contato de 2 professores bons que podem te ajudar, um inclusive está no processo de quebec... seguem os e-mails
dina.giglio@hotmail.com
jeanmarcfara@hotmail.com

O ultimo Jean marc é Brasileiro mas saiu do Brasil com 4 anos de idade e mora a mais de 25 anos na áfrica o Francês dele é excelente...

Dina foi minha professora na école saint paul, e hoje tem uma escola de idiomas... ela foi professora do Jorge - uvosnumafria

Bonne chance

Daiana - amiga do Jorge Uvo disse...

Tenho contato de 2 professores bons que podem te ajudar, um inclusive está no processo de quebec... seguem os e-mails
dina.giglio@hotmail.com
jeanmarcfara@hotmail.com

O ultimo Jean marc é Brasileiro mas saiu do Brasil com 4 anos de idade e mora a mais de 25 anos na áfrica o Francês dele é excelente...

Dina foi minha professora na école saint paul, e hoje tem uma escola de idiomas... ela foi professora do Jorge - uvosnumafria

Bonne chance

Família Marcondes disse...

Oi Daiana! Muito obrigada pelas indicações! Vou entrar em contato com eles! Tenho poucas semanas antes meu parto, e depois disso sei que não poderei me concentrar no francês.

Abç,
Fernanda

SonhoComCanada disse...

só desejo a você boa sorte na solução desse "problema".

abraços.
http://meetyoutherecanada.blogspot.com/