29 de março de 2010

O que te faria ficar?

O que aconteceria se seu/sua acompanhante resolvesse desistir de ir para o Canadá? Até onde sua vontade de imigrar poderia interferir em seu relacionamento? E se um de vocês recebesse uma oferta de emprego tentadora, aquela que têm esperado por muito tempo? O que fazer numa situação que mexe com os planos de imigração?

Depois de tanto tempo com a cabeça no Cadaná, você seria capaz de deixar o plano de lado e replanejar a vida no Brasil mais uma vez?

Tenho uma grande barreira para me ver construindo meu futuro no país em que nasci. Sinto que não estou mais aqui em mente, que nem sequer pertenço a esse lugar. Receber o convite de ficar não me atrai de nada!
Fico pensando se a minha ansiedade de ir embora é mesmo uma fuga do país ou uma fuga da minha vida atual. Será que melhorando as coisas, ou melhor, que depois anos de dedicação, de 3 horas de viagem por viagem para a USP, de abrir mão de parte do meu tempo com o meu filho para estagiar, várias noites mal dormidar por conta da iniciação ciêntífica; eu conseguirei melhorar as condições de nossa família? E quais condições são essas aqui? Onde para se ter um nível decente de educação é preciso pagar, um nível mínimo de saúde é preciso pagar, para ter segurança é preciso se trancar dentro de casa. Que qualidade de vida podemos ter?

E se ficarmos, no que trabalharei? Com um diploma de pedagogia no Brasil.... não são muitas as opções. E as opções são, em geral, mal remuneradas... Então depois de tanto tempo de dedicação, não receberei muita coisa.

O que vocês fariam nas situações acima? E o que precisaria melhorar no Brasil para que você desistisse da imigração? Fica aí um momento para reflexão.

Abçs
Categories:

8 comentários:

Patitando disse...

Oi Fê, pensei na sua pergunta e sabe de uma coisa? Apesar de algumas insatisfações que temos com o Brasil, não há nada que pudesse mudar por aqui que nos faria desistir que imigrar, porque não estamos nos mudando porque não gostamos daqui...
Nós queremos ir para ter a experiência de morar em outro país, para crescermos juntos e aprender coisas novas.
Acho que para quem está no começo do processo talvez até uma proposta de emprego faça sentido... Mas para nós, não mais, agora só estamos querendo é poder comprar a passagem logo!

bjos!

Família Ribeiro disse...

Olá! Esta é a primeira vez que postamos no blog de vocês. Somos solidários com vocês e também sabemos que a dúvida existe, mas não devemos somente pensar em um emprego aqui no Brasil. Você acha que um casal, trabalhando por mais de 10 anos em uma empresa multinacional abandonaria tudo aqui e mudaria para o Canadá? Um casal que tem casa própria, carro e um bom salário? Pois é ... ainda existe "loucos" que tem isto e ainda procuram uma vida melhor, principalmente longe da violência que encontramos neste país. Um país onde pode-se até ganhar bem, mas não pode-se ter o que o seu dinheiro pode comprar? Acha isso justo? E olha que não estamos falando de coisas milionárias. Um exemplo bem prático ... treino aos domingos em estrada, de bike (sou adepto do triathlon) ... já perdi a conta dos amigos que tiveram suas bikes roubabas, que apanharam de ladrão e assim vai ... meu filho já foi assaltado na rua, eu mesmo já fui assaltado. Moramos em um condomínio fechado cercado de muros ... tá certo que no cada tem dessas coisas, mas ... veja os índices de criminalidade. Pois bem ... infelizmente (ou felizmente), esta é uma das principais razões que nos leva a imigrar ... o medo. Pode nos chamar de paranóicos (e pode ser que quando chegarmos no Canadá seremos assaltados), mas ... acreditamos que não se compara ao Brasil ... infelizmente, até nosso país não ter base, vai ser complicado ...

Diário Canada Brasil disse...

Puxa, que complicado....bem nós já estamos no Canadá, nossa mentes nossos corações, não me imagino no futuro longe de lá....
Vc tbm é pedagoga?

César, Valéria, Lara e Anaclara disse...

Eu e minha esposa estamos como vocês: mente e espírito no Canadá e corpo ainda preso no Brasil. Como há 3 anos nosso projeto é o Canadá, posso dizer que nada nos faria mudar de idéia hoje. Estamos todos comprometidos e mesmo um grande aumento salarial projetado para o fim desse ano não me balançou. Acho que a qualidade de vida que teremos lá vale mais que qualquer coisa.

E a vida segue...

vanessa disse...

Pois é... minha mente tbm já está lá e quando isso acontece o melhor que temos a fazer é ir lá e experimentar! Nada me prenderia aqui, só se eu fosse reprovada em alguma etapa. O Brasil não vai mudar tão cedo, porque o problema do país é a mentalidade das pessoas e o como elas utilizam essa mentalidade, resumindo, é cultural e cultura demora muito para mudar, se é que se muda. Talvez muita gente goste do Brasil assim, do jeitinho que ele é; ótimo! Só que eu sinto que pertenço a outro lugar... a outra mentalidade.... E isso aí! Beijos! E siga seu coração.

Drinho e Nessa disse...

Puxa... como as coisas são... rs
hoje fui almoçar com um colega de trabalho que acabou de ser promovido para a gerência. É realmente um amigo e me disse que eu estou marcando bobeira, pq eu preciso melhorar meu resultado, já que tenho o perfil que a empresa busca para cargos de gestão e blá, blá, blá... Ele fez o seguinte comentário: "Sandro, cara... como sou seu amigo, vou te dizer uma coisa: enquanto vc não decidir o que quer da sua vida, vc naum vai sair desse buraco que se meteu; cada vez que conversamos, vc vem com uma desculpa diferente... parece que está em outro mundo brother... onde está o seu coração?"
Esse comentário dele me deu um estalo... virei pra ele e emendei: "Brother, estou com o coração e a mente no Canadá!!!" Ele arregalou os olhos e exclamou: "Caraca nego... que papo é esse?"
Eu dei uma de louco e continuei: "T... vc tem razão... tenho q focar onde está o meu coração... e meu coração está em outro país... minha mente está em outro país..."
Somente a gente que está nesse processo de mudanças é que conseguimos compreender essas coisas... rs rs rs.
Um abraço a todos.

Jhon disse...

Olha...essa pergunta é muito complicada. Porém pra respondê-la acredito que devemos fazer outra "o que te faz querer ir embora?"

A imigração é uma mistura de sensações e motivos, alguns completamente sem explicação pra mim. Você não acha que no começo do nosso processo láááá em 2008 essa dúvida não surgiu? principalmente por estarmos muito bem onde estamos. No meu caso eu não estou indo pelo o que eu não tenho, mas para agregar ao que eu tenho muito mais.

Só sei que pra mim, isso tudo é um sonho. Adiar um sonho eu até aceitaria,mas desistir dele... meu relacionamento não aguentaria o peso dessa decisão......

bjao e espero que você encontre sua resposta, ou melhor, que enxergue sua resposta, pois vc já a tem.

buzuzu disse...

Oi querida, super obrigada pela força! É por causa de pessoas queridas como vc que não vou desistir.
Beijão, feliz páscoa!!!