18 de outubro de 2009

Plano A ou B?

Nesse final de semana me bateu uma insegurança em relação à ir pro Canadá como estudante universitária. Fiquei pensando na hipotese de dar errado. E se eu não consigo tirar a nota mínima do Toefl? E se não consiguir a bolsa da faculdade? E se não dou conta do curso em inglês? E se não conseguir escrever os trabalhos da faculdade em inglês? E se o Leonardo não conseguir emprego? Se eu tiver que por fim trabalhar e deixar a faculdade? Etc, etc...
Acho que deve ser normal ter todas essas duvidas em algum momento do processo, mas fico pensando se uma outra alternativa não seria mais garantida.
Sempre nos planejamos para passar pelo processo de Quebec, mas como apareceu essa oportunidade de irmos antes, com o privilegio de ter um diploma canadense, deixamos o Quebec como segunda opção.
Aproveitei esse momento de muitas duvidas para repensar a hipotese de irmos pelo Quebec. Para irmos por la eu teria que primeiro terminar minha faculdade aqui. Me formo em dez/2010. Além disso, eu teria que voltar pro curso de francês. Eu só fiz um ano de francês na Aliança em 2004. O maior porém seria a espera de todo o correr do processo. Seria pelo menos 1 ano e meio a mais de Brasil se optassemos por Quebec. So que essa espera nos traria outras questões. Por exemplo, teriamos que alugar uma casa, ja que estamos com a venda do apto encaminhada. E como ainda não temos todos os moveis, teriamos que compra-los para logo depois revende-los.
Ainda não sei qual a melhor opção. A primeira é mais rápida. A segunda mais garantida. Saber mesmo qual a melhor, acho que só vou saber apostando em uma.
Perguntei ao Leonardo o que ele acha. Ele disse com muita firmeza: "Vamos, uma vez estando lá damos um jeito de dar certo".
Sendo assim: "Vamos!"
Categories:

3 comentários:

Dani e CM disse...

Olá Família...

Então, até final do ano passado e início deste ano estavamos no mesmo dilema devoces. Afinal tinhamos dado entrada no processo federal em abril/08 e até novembro para dezembro/08 nada se mexia, nada acontecia...nada de pedir documentos etc.
Nós , saturados da situação em que ainda vivemos, pensamos: vamos para o Canada mesmo com visto de estudante. Vendemos tudo, marido pede demissao de emprego concursado, e vamos arrumar as malas para ir. Era desespero total.
Depois que vimos os preços das coisas para quem nao é PR la (curso de ingles , college, etc) pensamos: ih vai tudo o que temos embora. Quando for para recomeçar vai sobrar pouquinho.
Demos mais um tempo e Graças a D-us saiu a lista dos NOC's do federal e a profissao do meu marido estava listada. Voltamos a espera...junta doc, manda doc, exame, pedido de passaportes...vistos. Cá estamos com os vistos e só vamos ano que vem, por uns motivos ai que nao vem o caso agora (mas nossa cabeça já está la e o corpo aqui hehehe).

Sei o que voces devam estar passando. Nossa ideia era praticamente a mesma, ir como estudantes , la ficar e conforme for o processo rolar por la. Conheço gente que fez isto e deu certo sim, mas tem que ter muita estrutra emocional e um pouco de financeira digamos assim, alem de muita vontaade do que esta fazendo para não cair na tentação e dier: "ah mas la eu era assim..."

Os processos hj estao rapidos. Quebec sempre foi mais rápido do que o federal, vejam a possibilidade de dar entrada e ir pra la...quem sabe as coisas nao rolam por la (quebec ou federal).

Desejo boa sorte na decisão de voces, não quis em momento algum desanimar só falei que passamos pela mesmoa situação e fizemos uma opção que para nós foi a mais acertada no momento.

Tudo de bom

Danielle

César, Valéria, Lara e Anaclara disse...

Com a união e a garra de vocês tudo vai dar certo. Fé em Deus.

E a vida segue...

Projeto Canada 2012 disse...

Tem que pensar bem mesmo, acho um pouco arriscado ir muito no impulso.
Eu iria do jeito que fosse mais garantido.
Eu tb tive a oportunidade de ir no meio do que vem, mas resolvi fazer um outro curso superior e juntar uma verba um pouco maior, para qualquer emergencia.

Desejo toda a sorte para o plano que vcs escolherem.
:)